20 de ago de 2012

Jornalista Mona Dorf na 4ª edição do A(o)gosto das Letras

A jornalista de cultura Mona Dorf participa pelo segundo ano do festival literário de Ourinhos, o A(o)gosto das Letras. Ela vai mediar as Mesas Literárias dos dias 22, 23 e 24 que reúnem no PUB 744 os autores, Ivana Arruda e Índigo, Paulo César Araújo e Edinha Diniz e Michel Laub e Luiz Ruffato.
Em 2011, a jornalista participou do evento integrando a mesa Jornalismo e Literatura - afinidades e fronteiras, ao lado do também jornalista Xico Sá. Os dois conversaram com o público sobre seus livros e as proximidades entre a criação literária e o trabalho jornalístico.
A participação da jornalista em 2011, ao lado de Xico Sá, na mesa Jornalismo e Literatura.
Mona acompanha os principais festivais literários do país, como a FLIP (Festa Literária Internacional de Paraty) e o Festival da Mantiqueira, e mantém um blog no portal IG. Em 2010 lançou ‘Autores e Idéias’, livro que reúne dezenas de entrevistas com escritores brasileiros.
A realização do 4º A(o)gosto das Letras, entre os dias 21 e 26, é um momento de compartilhar experiências com escritores, contadores de histórias e vários outros artistas estarão na cidade para conversar com o público sobre o seu trabalho. No dia 22, as escritoras Ivana Arruda Leite e Índigo participam da mesa “Escrevendo para jovens”. O encontro é uma boa ocasião para professores, contadores de histórias e outros profissionais que trabalham com jovens, para conversar sobre a adolescência e os desafios do convite para a leitura nessa fase da vida, em que os livros acabam competindo com jogos eletrônicos, celulares e redes sociais.
“Biografias” será o tema da mesa do dia 23, que reunirá os escritores Paulo César Araújo e Edinha Diniz. Paulo César é historiador, jornalista e autor do livro “Roberto Carlos em detalhes”, recolhido pela justiça a pedido do cantor. O autor escreveu também “Eu não sou cachorro, não” (Editora Record, 2002), obra considerada referência na historiografia da MPB, por revelar a censura aos cantores considerados bregas durante a ditadura militar.  Edinha Diniz é pesquisadora da música popular e escreveu, entre outras, a biografia da compositora Chiquinha Gonzaga.
A mesa do dia 24, os escritores Luiz Ruffato e Michel Laub falarão sobre as relações entre a memória e a ficção. Finalistas do Prêmio São Paulo de Literatura, os autores integram a lista dos 10 escritores que concorrem ao título de Melhor Livro do Ano, Laub com Diário da Queda, (Companhia das Letras) e Ruffato com Domingos sem Deus (Record).
A programação completa do evento está AQUI. O telefone para mais informações é o 14 3302 3344.

Nenhum comentário: