15 de mai de 2010

Hoje - Lucélia Santos é Marivalda em ‘As Traças da Paixão’
Amor, humor, verdades e mentiras se misturam no jogo cênico de “As Traças da Paixão”, a peça do autor Alcides Nogueira, dirigida por Marco Antonio Braz, com Lucélia Santos e Maurício Machado no elenco é o espetáculo de hoje (15), às 20h30, na 2ª Mostra Sérgio Nunes de Artes Cênicas.

Escrita em 1994, “As Traças da Paixão” brinca com verdades e mentiras numa tragicomédia de sabor popular que estimula reflexões sobre sentimentos antagônicos que acompanham os indivíduos por toda a vida: o amor, o ódio, o companheirismo e a solidão. Numa linguagem atual, bem brasileira e com boas doses de humor sarcástico, o espetáculo une apelo popular e citações históricas, como a princesa Anastácia, herdeira dos czares russos e teatrais, como Plínio Marcos, Nelson Rodrigues, Tchekhov e Sófocles.

Facetas diferentes para os mesmos arquétipos singelos e anônimos, cômicos e poéticos, mas sempre despertando grande cumplicidade e rápida comunicação com o público. Afinal, desses contrastes e contradições que são feitas as relações humanas. Alcides Nogueira resume: “em As Traças da Paixão fui buscar referências no próprio fazer teatral. Na magia que podemos inventar a cada momento, usando e abusando dos mitos. Em Édipo, que duela com uma Jocasta que pode ser Anastácia da Rússia, que pode ser Marivalda Revólver. Como ele pode ser apenas o vagabundo Paco, minha homenagem a Plínio Marcos, que contava histórias como poucos”. Classificação indicativa: 14 anos.


Domingo para as Crianças - E agora, João? aborda de maneira divertida as influências da TV

Um menino que adora assistir televisão é o personagem principal do espetáculo "E Agora, João?". Com texto e direção musical de Marcelo Villas Boas, a peça discute a relevância do poder da televisão e desperta na criança a vontade de conhecer o mundo por seus próprios sentidos, valorizar a amizade e experimentar a troca de conhecimento no âmbito familiar.

E Agora, João? é o último espetáculo da 2ª Mostra Sérgio Nunes de Artes Cênicas que acontece neste domingo (16) às 16h no Teatro Municipal Miguel Cury. A peça começa em mais um dia comum de João e sua família assistindo à TV quando, inesperadamente, o menino ouve uma voz, a da senhora Televisão. Com linguagem divertida e fantástica, a peça discute o poder do aparelho, uma das principais formas de entretenimento das crianças, e a importância de interagir e brincar com amigos e família.

“Comecei a pensar nesse texto quando notei no meu filho, de três anos na época, o poder hipnótico que a televisão exerce sobre as crianças, poder esse que obviamente alcança a adultos também. Achei tão importante abordar o assunto, de forma lúdica, não demonizando a televisão, mas alertando ao uso desmedido do aparelho e às suas promessas comerciais de um mundo perfeito”, comenta o autor Marcelo Villas Boas.

"E Agora, João?" reúne atores integrantes do Centro de Pesquisa Teatral (CPT), dirigido por Antunes Filho, com direção de Vanessa Bruno e supervisão cênica de Roberto Lage.


Prosa teatral - Última noite do bar da Mostra

Ponto alto da Mostra, os encontros do público com os atores, produtores, e músicos no bar Boa Prosa, após os espetáculos no Teatro Municipal , proporcionaram um espaço para conversas sobre arte e teatro , ao som de muito samba e MPB. O bar criou um ambiente cultural e deixou essa semana teatral ainda mais efervescente. Hoje é a última noite, compareçam! O Boa Prosa Café Bar fica na Rua Rio de Janeiro – Galeria Gardênia.

A 2ª Mostra Sérgio Nunes de Artes Cênicas é uma realização da Prefeitura de Ourinhos através da Secretaria Municipal de Cultura, programa VivOurinhos e Associação de Amigos da Biblioteca Pública. Mais informações pelo telefone 14 3302 3344.

Nenhum comentário: