1 de out de 2009

Conferência debate eixos e caminhos do VivOurinhos

Além dos temas da Conferência Nacional, a Conferência de Cultura de Ourinhos vai debater a política de cultura do município, tendo como foco o I Fórum de Cultura de Ourinhos, realizado em 24 e 25 de abril de 2009, que apontou as diretrizes para implementação do Programa VivOurinhos de gestão da cultura. O Fórum foi aberto aos interessados em geral, destacando-se em especial os artistas, agentes e produtores culturais, os trabalhadores públicos da cultura e os parceiros do processo cultural nas políticas transversais de educação, assistência social e saúde. Ao final, a plenária do Fórum aprovou os pilares do Programa VivOurinhos, que serão avaliados pela Conferência, assim como os encaminhamentos para sua implantação.

Pilares do Programa VivOurinhos
1- Criar uma Programação de Circulação Cultural que ofereça e evidencie para a cidade a diversidade da cultura, com uma agenda de programação periódica em pontos chaves como as praças, escolas e outros.

2- Ofertar Oficinas Culturais, onde as pessoas vão ter contato criador com as linguagens artísticas. A prioridade será ofertar oficinas nos bairros. Dezenas de oficinas já estão acontecendo nas escolas, colégios, espaços comunitários e culturais.

3- Implantar um Programa de Fomento Cultural, que ofereça patrocínio e incentivo à projetos dos artistas e das comunidades, criando condições para que eles desenvolvam suas idéias culturais, junto com uma Incubadora de Projetos para auxiliar artistas e comunidades na elaboração de projetos, conectando-os às prioridades culturais municipais.

4- Desenvolver um Processo de Formação de Agentes Culturais Multiplicadores, através de trocas de experiências, cursos e oficinas de capacitação.

5- Manter uma dinamicidade democrática de gestão, com as ações em rede, mantendo um sistema de informação e intercâmbio entre os projetos, as ações do poder público e a população.


Saiba mais sobre a Conferência Nacional de Cultura

A Conferência Nacional de Cultura é uma forma de ampliar a participação da sociedade e dos poderes públicos estaduais e municipais na formulação das diretrizes para a política nacional de cultura. Através dela se pretende articular e integrar as políticas culturais no Brasil, incluindo as diretrizes e formas de aplicação de recursos em todos os âmbitos da federação. Busca-se, também, que isso aconteça de maneira transversal, ou seja, integradas a outras esferas das políticas públicas, como educação, meio ambiente, saúde e segurança pública.

Na II Conferência, o tema geral será “Cultura, Diversidade, Cidadania e Desenvolvimento”. Este tema está dividido em outros cinco sub-eixos temáticos: 1- Produção simbólica e diversidade cultural, com foco na produção de arte e de bens simbólicos, promoção de diálogos interculturais, formação no campo da cultura e democratização da informação; 2- Cultura, cidade e cidadania, com foco nas cidades como espaços de produção, intervenção e trocas culturais, garantia de direitos e acesso a bens culturais; 3- Cultura e desenvolvimento sustentável, com foco na importância da cultura no desenvolvimento do país; 4- Cultura e economia criativa, tendo a economia criativa como estratégia de desenvolvimento e 5- gestão e institucionalidade da cultura, com foco no fortalecimento da ação do estado e da participação social no campo da cultura. Conheça a página da II Conferência Nacional de Cultura http://blogs.cultura.gov.br/cnc/

Nenhum comentário: