10 de mar de 2010

2010 – Ano da Leitura em Ourinhos

Seja parceiro dessa idéia

Os leitores dão sentido aos livros

O poeta Mário Quintana diz que ‘o pior leitor é aquele que sabe ler, mas não lê’. Incentivar o hábito da leitura é uma missão que envolve muito mais do que simplesmente abastecer as bibliotecas de livros. É necessário criar condições que facilitem o acesso das pessoas aos livros, demonstrar como a leitura pode ser uma ferramenta criativa e prazerosa para encarar o mundo. É a existência dos leitores que dá sentido aos livros. Além disso, quem lê se comunica melhor, desenvolve mais habilidades e garante um crescimento pessoal e profissional.
Pensando assim, a Secretaria Municipal de Cultura, em parceria com a AABiP – Associação de Amigos da Biblioteca Pública, definiu 2010 como Ano da Leitura em Ourinhos.

Quais serão nossas ações

Já estamos colocando em prática inúmeras ações, e outras virão como a criação de novos espaços de leitura por meio de parcerias com outras instituições do município, a formação de novos mediadores de leitura através de cursos e capacitações, realização de saraus literários, apoio aos autores da cidade, realização de rodas de leitura, atualização dos acervos das bibliotecas públicas, ampliação do evento literário A(o)gosto das Letras, implantação do Ponto de Cultura ‘Para Ler o Mundo’, e muito mais.

Quais são os nossos objetivos

O maior objetivo é difundir o hábito da leitura entre crianças, jovens e adultos, mostrando todas as possibilidades que podem surgir a partir das descobertas que a leitura proporciona. É preciso destacar o universo que se abre com a leitura e entender o livro como alimento que também sacia as necessidades do ser humano.

Parcerias

Entendemos que este trabalho deve envolver diferentes segmentos da sociedade, instituições e grupos culturais que atuam no município. Promover a inclusão cultural através da leitura é uma forma de estabelecer alternativas prazerosas e criativas às novas gerações e deve ser um compromisso de todos. Escolas, empresas, órgão governamentais, entidades de classe, todos devem se mobilizar para que uma sociedade de leitores se transforme também numa sociedade mais justa. Participe você também.

Nenhum comentário: