30 de ago de 2009

Ballet Jovem do Palácio das Artes encerra o Dança Ourinhos

Hoje (domingo) o Dança Ourinhos traz de Minas Gerais o Ballet Jovem do Palácio das Artes, um projeto da Fundação Clóvis Salgado que valoriza o protagonismo juvenil e tem direção de Patrícia Avellar Zol. O espetáculo, que encerra a 4ª edição do festival contemporâneo às 18h, traz no programa as coreografias 'Impromptu' e 'Capricho' do diretor artístico Tíndaro Silvano, e 'Iungo' (foto), obra do coreógrafo holandês Adriaan Luteijn.
O termo “Impromptu” que na nomenclatura musical significa “aparentemente improvisado”, parte da música do também mineiro Egberto Gismonti, onde bailarinos se movem ora livres e independentemente, ora em uníssono. Segundo o diretor Tíndaro Silvano, a idéia é transmitir a imagem de cada um isoladamente e mostrar o impacto desta massa que se move junta.
Iungo, criada pelo coreógrafo da Cia. Introdans (Holanda) é o resultado de um trabalho de interação entre bailarinos dos países por onde a companhia se apresenta em suas turnês internacionais. O intercâmbio entre o elenco holandês e o elenco mineiro surgiu na “Conexão Internacional da Dança” que aconteceu em São Paulo em novembro de 2008. Segundo Luteijn, “a coreografia aborda a urgência dos seres humanos em encontrar na vida cotidiana um lugar silencioso, tranqüilo, confortável e seguro”.
Os ingressos para esta apresentação custam R$ 10 e R$ 5 (meia). O festival Dança Ourinhos conta com o apoio da Secretaria de Estado da Cultura através do Programa de Ação Cultural (ProAc), da Secretaria da Cultura de Ourinhos através do programa VivOurinhos e da Associação de Pais da Escola Municipal de Bailado de Ourinhos (APAB). Saiba mais no www.dancaourinhos.com.br.

Nenhum comentário: