5 de set de 2008

Engano, de Cavi Borges


Também na programação 2008, Engano, de Cavi Borges, trabalha planos sequênciais sem cortes.
O filme recebeu o prêmio de Melhor curta 35mm Júri Popular do Festival Curta-se 2008 em Sergipe.
Engano tenta mostrar em 12 minutos a relação do imigrante com a metrópole Rio de Janeiro.Com ênfase para a expressão da técnica cinematográfica, as ações simultâneas também aproximam o espectador do modo que os próprios personagens encaram a metrópole.

Com a tela dividida em dois, e com os dois planos sequência rodados simultaneamente, Engano se aproxima muito do cult e até certo ponto desconhecido Time Code, de Mike Figgis - longa-metragem em que quatro planos sequência dividem a tela.
Com Engano, Cavi Borges mostra que tem predileção pelo plano sequência. Em Sete Minutos, filme anterior, ele também lançou mão da estética sem cortes para contar os últimos sete minutos de um traficante.

Nenhum comentário: